Beata Teresa de Calcutá, santa dos novos tempos

Hoje dia da Beata Teresa de Calcutá quero mostrar um pouco do testemunho dela.


Nascida no dia 26 de agosto de 1910 na Macedônia. Aos 18 anos ela deixou a casa paterna, e se juntou às Irmãs de Loreto, uma comunidade irlandesa de freiras com missões na Índia. Depois de poucos meses de treinamento em Dublin, ela foi enviada para a Índia, aonde fez seus votos iniciais de freira, em 24 de maio de 1931.
No seu convento começou a ficar incomodada pela imensa pobreza que estava atrás dos muros e com a permissão de suas superioras começou o seu trabalho nas favelas de Calcutá na Índia.

Madre Teresa, deixou a sua mensagem por este mundo. E mais que sua mensagem deixou as suas obras. Madre Teresa é mais que uma história é uma resposta! Resposta a todas as pessoas que dizem que santo é coisa do passado. Madre Teresa e um exemplo de fé, mulher que incomodada com a pobreza, saiu do seu cômodo estado para amar, simplesmente amar.
Quando leio os pensamentos desta santa fico envergonhado pela pobreza que sou, de muitas vezes pensar que faço muito e quando vejo a vida dela percebo o quanto ainda preciso me entregar ao amor.


Um dia um homem disse a madre Teresa “Eu não daria banho em um leproso nem por um milhão de dólares!”. Sabiamente ela o respondeu: “O senhor não daria banho a um leproso nem por um milhão de dólares? Eu também não. Só por amor se pode dar banho a um leproso.”
E hoje, como banalizam a palavra Amor. Usam dela para denominar qualquer relacionamento! E muitos não se dão conta que amar é renunciar!
Madre Teresa disse: “Ame até que doa. Se dói é um bom sinal” e “Encontrei um paradoxo, que se você amar até doer, não poderá haver mais dor, somente amor”.
E quantas vezes denominamos o amor como um sentimento acomodado! Madre Teresa nos ensina esse amor, que incomoda. O Amor que faz o outro ser diferente, Madre Teresa nos diz: “Não devemos permitir que alguém saia da nossa presença sem se sentir melhor e mais feliz.”. Isso é amar, querer o bem. É ter um sorriso mesmo quando não se tem motivo, é acolher até mesmo quando você não é bem acolhido, é amar até mesmo quando não se é amado, é perdoar até mesmo quando não merece.
Que esta Santa, nos seja modelo. Queria falar muito mais, queria mostrar todos os pensamentos dela, mas ficaria muito extenso meu post. Mas, seria muito bom você procurar na internet, cresci muito na fé procurando o testemunho da Madre sei que você vai crescer bastante também.
Por fim, deixo meu agradecimento a você que leu. Mesmo que seja o único leitor, Glória a Deus, por que escrevo é para você mesmo.


Deixo meus Parabéns a uma grande amiga que faz aniversário hoje, Thaylane. Que Deus a abençoe por intercessão da Beata Madre Teresa de Calcutá.


Fiquem com Deus! Grande Abraço!


Matheus Barbosa Ribeiro

1 Comment:

Gilmar Nogueira de Barros Cizilio disse...

Obrigado por compartilhar conosco. Que Deus continue com as suas bençãos sobre nós.

Postar um comentário

Comente esta postagem. Deixe sua opinião. Contribua!

Seguidores

 
^ Voltar ao Topo